domingo, 8 de Março de 2009

A Filha da Minha Melhor Amiga - Dorothy Koomson


Kamryn Matika vive despreocupada, mas um postal de aniversário mudará a sua vida para sempre...

Kamryn Matika e Adele Brannon, melhores amigas desde sempre, acreditavam que nada poderia separá-las... Até Adele fazer o impensável e envolver-se com o noivo de Kamryn, Nate.
Dessa relação ilícita nasce uma filha.

Anos mais tarde, Adele está a morrer e implora a Kamryn que adopte a sua filha, Tegan. Com uma carreira fantástica e uma vida social eléctrica, a última coisa de que Kamryn precisa é uma criança de cinco anos para lhe estragar os planos.
Mas, sem ninguém para tomar conta de Tegan e com o falecimento inevitável de Adele, terá ela outra escolha?
Assim se inicia uma difícil viagem que conduzirá Kamryn ao perdão, ao amor, à responsabilidade e, por fim, a um melhor conhecimento de si mesma.

___________________________________________________________

Li este livro a uma velocidade incrível, comecei na 6ª à noite e no dia seguinte, ao início da noite, já estava terminado.
É um livro muito tocante e comovente, tendo por várias vezes começado a chorar e outras a fazer um esforço para que tal não acontecesse.

Na primeira parte do livro, Kamryn, após receber um postal de aniversário por parte de Adele, vai ter com ela ao hospital, nunca acreditando que Adele está tão doente. No entanto, Adele sofre de leucemia e resta-lhe pouco tempo de vida, e pede a Kamryn que adopte a sua filha Tegan.
No início, Kamryn está reticente, mas depois de ir buscar Tegan a casa do pai de Adele, acaba por concordar ficar com Tegan. Após a morte de Adele, Kamryn vê-se com uma criança nos braços e tem que aprender a lidar com a situação.

O livro toca-nos no coração, devido à sua mensagem sobre o amor e perdão. O amor entre mãe e filha, entre duas melhores amigas, entre um casal e consequentemente, conseguir perdoar.

Adorei o livro!!! =D E agora, quero arranjar o outro livro da autora "Pedaços de Ternura".

5 comentários:

  1. Está na fila de espera! :D
    Mas já li o "Pedaços de Ternura" e gostei.

    ResponderEliminar
  2. Adorei este livro e fiz a minha crítica no blog. É de facto um livro que nos toca porque, embora se trate de ficção, a história pode ser transportada para o mundo real e os sentimentos em causa estão sempre presentes nas nossas vidas. Aconselho vivamente.

    ResponderEliminar
  3. Tu andas a ler tanto melher!!! Não tens televisão? hehehehehe!!! Eu adoro ler, mas também adoro ver TV, por isso o pouco tempo livre que tenho para estar no sofá, é para dividir por ambos...

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Canochinha, acho q deves gostar do livro, portanto deixa cá "meter uma cunha" para ir este livro ir passando à frente eheheh

    Cristina,tens toda a razão. É ficção, mas muito real =)

    Ana,tb gosto de ver tv, mas ultimamente a tv faz-me sono e com a leitura passa-se exactamente o contrário...começo a ler e nem dou pelas horas passarem ;-)

    ResponderEliminar