segunda-feira, 22 de julho de 2019

[Opinião] O Rinoceronte do Rei e A Maldição de Afonso II



O Rinoceronte do Rei

Título: O Rinoceronte do Rei
Autor: Sérgio Luís de Carvalho
Editora: Clube do Autor
Classificação: 3 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Podem comprar livro aqui

Este livro conta-nos a história do rinoceronte que foi oferecido ao rei D. Manuel I, e que chegou a Lisboa a 1515, como também do seu tratador. Mas não se foca apenas nestas personagens mas também da história do próprio Reino e de naus e tantos outras personagens do século XVI. O que, confesso, deixou-me um pouco "perdida" com tanta informação.




A Maldição de Afonso II

Título: A Maldição de Afonso II
Autor: Maria Antonieta Costa
Editora: Clube do Autor
Classificação: 4 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Podem comprar livro aqui

Afonso II é neto de D. Afonso Henriques, filho de Sancho I e foi o terceiro rei de Portugal, no entanto, não teve um reinado fácil, tendo mesmo que ultrapassar várias contentas com os seus irmãos, como também lutar com o poder do clero.
A autora misturou ficção com factos históricos, explorando as teorias da doença de Afonso II (lepra) como também a traição da rainha, mas criando uma história que me deixou, logo desde início, muito entusiasmada.
Apesar de Afonso II não ter sido um rei lutador como o seu pai e avô, foi um rei que se focou na legislação e administração do reino, lutando contra os abusos de poder, quer por parte da igreja, como também da nobreza.
Uma grande leitura!


Nota: Estes livros foram-me disponibilizados pela editora, em troca de uma opinião honesta.


Vejam a minha opinião mais detalhada em vídeo, AQUI.






sexta-feira, 19 de julho de 2019

[Opinião] Viagem sem Regresso de Katy Gardner



Viagem sem Regresso

Título: Viagem sem Regresso
Autor: Katy Gardner
Editora: Edições ASA
Classificação: 2 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui

Tinha algumas expectativas com este livro pois há alguns anos alguém me disse que o tinha lido e adorado (não me recordo quem) mas nunca tinha surgido a oportunidade de o ler, até agora.
Esther e Gemma, duas grandes amigas, viajam até à Índia mas Gemma morre lá e, passados seis anos, Esther ainda tem muitas dúvidas sobre o que aconteceu.
Esta é a premissa e parece interessante, certo? Pelo menos, deixou-me muito curiosa. Mas assim que comecei a ler, tive muitas dúvidas se seria um livro para mim. Esther descreve-nos a viagem com muito pormenor, e como temos poucos diálogos e são algo repetitivos, comecei logo com a sensação de "revirar os olhos". Muito descritivo e chato.
A própria relação de amizade entre as duas personagens não me convenceu e achei muito forçada, e também a introdução de Carol na história contribuiu ainda mais para achar que as coisas não faziam sentido.
Tão pouco percebi o final e muito sinceramente não percebi o sentido da história.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

[Favoritos] James Rollins


James Rollins, é um dos pseudônimos de James Paul Czajkowski e é conhecido pela sua série SIGMA mas tem também outros livros, como a série Os Sanguinistas e até livros YA.




YA
  • Jake Ransom and the Howling Sphinx (não editado em Portugal)

Os Sanguinistas (com Rebecca Cantrell)


Série Sigma




terça-feira, 16 de julho de 2019

[Opinião] O Amante Japonês e Lá, Onde o Vento Chora



O Amante Japonês

Título: O Amante Japonês
Autor: Isabel Allende
Editora: Porto Editora
Classificação: 3 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Podem comprar livro aqui

Gosto muito dos livros de Isabel Allende e quando tenho oportunidade, vou adquirindo os seus livros e este foi uma das minhas (muitas) aquisições da FLL deste ano, e aproveitei para o ler o quanto antes.
Neste romance começamos por conhecer Irina, uma jovem moldava que começa a trabalhar num lar de idosos e onde conhece Alma, e é a história de Alma o ponto principal do livro, nomeadamente a sua história de amor com Ichimei mas, muito sinceramente, não me conquistou. Achei Alma demasiado mimada e mais preocupada com a sua posição social do que efectivamente com o seu grande amor. E também … não me convenceu e também ele decidiu seguir as convenções. Sei que os tempos eram outros e que efectivamente era difícil mas senti que seguiram pelo caminho mais fácil.
De quem mais gostei foi mesmo Irina e achei que a autora desvenda o seu passado demasiado tarde na narrativa, em detrimento da história de Alma. Para mim, o livro teria outro fôlego se se tivesse centrado mais em Irina e na sua história, mas assim não teríamos um livro com o título O Amante Japonês.
Um ponto positivo foi ter ficado a saber que, durante a 2ª Guerra Mundial, existiram campos nos EUA para os japoneses que viviam no país. Era um facto que desconhecia e que soube a pouco, e Isabel Allende poderia ter explorado mais a vida de Ichimei durante a 2ª Guerra Mundial.
Foi uma leitura agradável mas ficou ligeiramente aquém ao que eu estava à espera.





Lá, onde o vento chora

Título: Lá, onde o vento chora
Autor: Delia Owens
Editora: Porto Editora
Classificação: 5 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Podem comprar livro aqui

Kya é uma menina de seis quando vê a sua mãe abandonar a casa, o marido e os filhos e, aos poucos, também os seus irmãos e, por último o pai, acabam por a deixar sozinha. E Kya tem que aprender a sobreviver sozinha, no pantanal e acaba por se fechar ainda mais no seu mundo.
A narrativa vai intercalando entre o passado de Kya e 1969, onde um dos habitantes da cidade aparece morto e a "miúda do pantanal" acaba por ser acusada do crime.
Uma história dura, com um tom muito triste, de solidão, e sobre o modo como a sociedade vê os outros que são "diferentes", mas também de superação e conquista.
E o final apanhou-me totalmente desprevenida!
Um livro que nos provoca tantas emoções e com uma história de vida que mexe connosco.
Só me resta acrescentar "Leiam o livro! É maravilhoso."

Nota: Este livro foi-me disponibilizado pela editora, em troca de uma opinião honesta.

Vejam a minha opinião mais detalhada em vídeo, AQUI.