sexta-feira, 6 de maio de 2011

Anoitecer - Karen Marie Moning


«O meu nome é MacKayla, Mac, para simplificar. Sou vidente de Sidhe, uma das que vê os Fae, um facto que aceitei apenas há pouco tempo e com grande relutância. A minha filosofia é muito simples - seja que dia for em que ninguém tente matar-me é um dia bom, na minha maneira de ver. Não tenho tido muitos dias bons, ultimamente, desde que as paredes entre o Homem e os Fae se desmoronaram. Mas na verdade, não existe um único vidente de Sidhe vivo que tenha tido um dia bom desde então.» Antes de ser assassinada, a irmã de MacKayla deixou uma única pista sobre a sua morte - uma mensagem enigmática no telemóvel de Mac. Numa viagem à Irlanda em busca de respostas, Mac vê-se subitamente perante um enorme desafio: conseguir manter-se viva até conseguir dominar um poder que não fazia ideia possuir, um dom que lhe permite ver para lá do mundo do Homem, para o perigoso reino dos Fae... Enquanto Mac mergulha cada vez mais fundo na tentativa de solucionar a misteriosa morte da irmã, todos os seus movimentos são seguidos pelo sombrio Jericho...e o implacável V'lane - um Fae-alfa que transforma o sexo num vício para as mulheres humanas - aproxima-se dela. À medida que as fronteiras entre os dois mundos começam a desmoronar-se, a verdadeira missão de Mac torna-se clara:encontrar o poderoso Livro Negro Sinsar Dubh antes que mais alguém o reclame, pois quem conseguir chegar até ele primeiro terá nas mãos o controlo completo sobre ambos os mundos...
_______________________________________________________________

O ano passado ganhei num passatempo o segundo volume da série Fever e li-o mesmo antes de ler o primeiro volume. Como gostei, resolvi comprar o “Anoitecer”, oportunidade que surgiu esta ano na Hora H.
Neste volume conhecemos Mac e acompanhamos a sua transformação, desde que soube que a sua irmã mais velha foi assassinada em Dublin, e a forma como conhece Barrons e V’lane.
Logo neste primeiro volume temos o contacto com os seres monstruosos com os quais Mac tem que lutar.
Gostei bastante e mais uma vez devorei páginas atrás de páginas. Agora tenho que investigar se há um 3º volume em Portugal, mas espero sinceramente que sim, pois estou a gostar bastante quer da história, quer da escrita.

Sem comentários:

Publicar um comentário