segunda-feira, 9 de maio de 2011

A Morte de Lorde Edgware - Agatha Christie


Poirot estava presente quando Jane Wilkinson manifestou o desejo de se livrar do marido, o aristocrata Lorde Edgware, e terminar um casamento há muito fracassado. Foi também na presença de Poirot, que o próprio confirmou o desejo de conceder o divórcio a Jane. Tudo isto não passaria de um episódio meramente passional se não envolvesse um homicídio. Agora que o corpo de Edgware é encontrado sem vida na sua própria biblioteca, todos os olhares recaem sobre a viúva e a Scotland Yard não vai descansar enquanto não resolver a questão.
Mas, para Poirot, os factos não são assim tão fáceis de explicar e, por uma só vez, o detective belga sente-se ludibriado. Afinal, como poderia Jane ter assassinado Lorde Edgware e, ao mesmo tempo, jantar com amigos? E qual poderia ser o seu motivo, já que o aristocrata concordara finalmente com o divórcio?
____________________________________________________________

Mais um livro de Agatha Christie lido à velocidade da luz eheheheh
Torna-se impossível conseguir pôr o livro de lado sem chegar ao fim.
Os livros de Agatha Christie têm histórias altamente misteriosas e onde nem tudo o que parece é.
Neste livro, o marido de uma jovem actriz é assassinado, após esta querer o divórcio e dizer várias vezes que o quer ver morto. No entanto, na altura em que o Lorde Edgware foi assassinado, Jane estava numa festa. Quem é o culpado?
Uma vez mais, temos várias personagens que nos parecem suspeitas e com a possibilidade de terem realizado o crime.
Estou a adorar os livros de Agatha Christie e quero ir fazendo esta colecção =D

Sem comentários:

Publicar um comentário