quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Fifty Shades of Grey - E L James

Tanta gente a falar do livro, tanto exemplar vendido, que o tive que ler para ver como era e como o kindle acaba por ser mais fácil.
Devo dizer que apesar de tanto bla bla bla sobre o livro, não tinha expectativas nenhumas e sabia já se antemão que tinha muito sexo.
A história em si é praticamente inexistente. Anastácia, uma jovem de 22 anos, que diz nunca ter estado apaixonada, virgem e sem nunca se ter "tocado", conhece Christian, mais velho que ela uns 7 anos, muito rico e controlador e dominador. Assim que o conhece fica completamente apaixonada e acaba por se envolver e ter várias experiências sexuais (sempre com orgasmos atrás de orgasmos), e além do sexo baunilha, tem também experiências de BDSM. 
E basicamente o livro acaba por ser isto, cenas de sexo sem grande história pelo meio. 
As personagens são chatas, monótonas e sem desenvolvimento. Anastácia, insonsa até mais não, mas por incrível que possa parecer tem pretendentes atrás dela, apesar de ela não se aperceber. Christian arrogante e controlar o tempo todo, em que assina os mails como "CEO da empresa XPTO" e pretende um tratamento formal. Quanto ao dito cujo relacionamento, nem sequer posso dizer que considero que seja uma história de amor, é sim uma história de uma relação abusiva e controladora, em que Anastácia lhe faz as vontadinhas todas.
E desenganem-se se pensam que terminou. Não! É uma trilogia. Espero que ao menos, no próximo livro, seja explorado o passado (negro?) de Christian, mas se calhar estou a ser optimista demais. E o que vale é que acaba por ser uma leitura rápida, apesar dos constantes revirar de olhos que provoca.

Sem comentários:

Publicar um comentário