quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

O Nó do Amor: Elizabeth Chadwick

O Nó do AmorO Nó do Amor by Elizabeth Chadwick
My rating: 4 of 5 stars

O ponto central do livro não é a luta pelo trono entre Matilde e Estevão mas sim o romance entre Oliver Pascal e Catrin, mas não deixa de ser um livro interessante.
Oliver e Catrin são pessoas marcadas pela dor de perderem o seu cônjuge, que se conhecem em condições marcadas pela guerra mas que com o tempo vão-se apaixonando um pelo outro. Gostei bastante da interacção entre as personagens, nomeadamente da língua afiada de Catrin, que tem sempre uma resposta pronta e apesar de ser óbvia que Catrin e Oliver se vão apaixonar, é um relacionamento engraçado de acompanhar.
Mas de repente, Catrin descobre que afinal o seu marido Lewis não está morto (ou caso tenham lido a sinopse já sabiam de tal) e é o homem responsável pela captura dos soldados que lutam pela Imperatriz Matilde, entre os quais está Oliver. Tenho que referir que não me agradou que a sinopse referisse que Lewis não está efectivamente morto pois teria mais impacto se descobríssemos tal facto enquanto íamos acompanhando a história e tal só acontece a cerca de metade do livro e não logo no início da história. *Spoiler alert* A decisão de Catrin também não me agradou. Seria óbvio que ela teria que decidir com quem ficar, bem como a escolha serviu para mostrar o verdadeiro carácter de Lewis e o “crescimento” de Catrin mas custou-me ver Oliver de coração partido *Fim de Spoiler*
De forma a ressalvar mais o romance no livro, senti que dois aspectos poderiam ter sido melhor explorados. Acho que teria sido interessante que Richard, o filho ilegítimo do Rei Henrique e de quem Catrin era aia, tivesse um papel mais marcante, afinal de contas no início do livro achei que seria um dos personagens importante mas ao longo das páginas fomos perdendo o contacto com ele. Bem como Randal de Mohun, que achei demasiado previsível.
No entanto, algo bastante positivo, foi de nos ter sido dado a conhecer a rotina das parteiras e curandeiras e como facilmente poderiam ser acusadas de bruxas mas ao mesmo tempo serem respeitadas.
Apesar de não ter uma componente história tão forte como eu esperava, mas que apenas serve de pano de fundo ao romance dos protagonistas, achei a história interessante e senti bastante empatia por Catrin e Oliver, o que me fez querer ler o livro muito rapidamente. Um livro em que as personagens têm dúvidas e personalidades bastante reais.


Vou considerar este livro nos seguintes desafios (além do Reading Challenge):
TBR Pile Reading Challenge 2014

Sem comentários:

Publicar um comentário