terça-feira, 7 de março de 2017

O Kaputo Camionista e Eusébio: Manuel Rui

O Kaputo Camionista e Eusébio
Título: O Kaputo Camionista e Eusébio
Autor: Manuel Rui
Editora: Guerra & Paz
Classificação: 4 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui

Primeiro que tudo quero falar na edição. Acho o livro tão giro!
A capa laranja tão chamativa e o conto (pois é uma história curta) que dá nome ao livro tem as páginas laranjas, o que capta ainda mais a nossa atenção.
Tal como referi, a história de O Kaputo Camionista e Eusébio é pequena e que se assemelha mais a um conto, pelo menos para mim.
Os nossos protagonistas são Tó-Tó, um jovem que acabou por gastar o dinheiro que o pai lhe enviou para o bilhete de regresso a casa e decide ir à boleia com um camionista, o Botijas. O camionista Botijas é um kaputo isto é, um branco oriundo de Portugal, mas que está em Angola há vários anos. Além disso, a viagem decorre durante o jogo Portugal - Coreia do Norte, no Mundial de Futebol de 1966. Mas, o camião de Botijas não tem auto-rádio, pelo que o principal objectivo é fazerem a viagem a conversarem e depois parar para ouvir um pouco o relato. Mas, aquando a paragem, Portugal encontra-se a perder por 3 a 0, e Botijas, muito desanimado, decide prosseguir viagem.
Impressionante como uma história tão pequena é tão rica. Pois durante esta viagem, Botijas e Tó-Tó falam não só sobre futebol, a vida, a política, a guerra e também sobre a própria cor da pele.
Para além do conto, temos ainda vários textos, de outras personalidades, e que se relacionam quer com o próprio conto e com Eusébio, que tornam ainda mais interessante a leitura deste pequeno.
A escrita é muito, muito boa, e que nos consegue transmitir todas as sensações e descrições da viagem. Mesmo não conhecendo os locais, conseguimos visualizá-las. E como numa história, aparentemente simples, o autor Manuel Rui, consegue abordar tantos temas pertinentes.

Não vos vou revelar mais nada pois não quero, de modo algum, contar demasiado mas, é um autor e um livro que merecem serem lidos.


Nota: Este livro foi-me disponibilizado pela editora, em troca de uma opinião honesta.

Sem comentários:

Publicar um comentário