segunda-feira, 15 de junho de 2009

A Princesa Virgem - Robin Maxwell


«Os fortemente lascivos planos da política sexual e internacional, combinados com a electrizante prosa de Maxwell contribuem para esta cativante ficção histórica», escreveu o Publishers Weekly numa crítica muito lisonjeira desta série de Robin Maxwell.

«Nesta aventura literária, a religião, o sexo e as personalidades mais fascinantes do século XVI são entretecidas numa rica tapeçaria de traição, busca de poder e amor.» - Kirkus Rewiews
_________________________________________________________

Este é o segundo livro que leio de Robin Maxwell.

Este livro relata-nos a vida de Isabel, logo após a morte de seu pai - Henrique VIII. Isabel fica a viver com a sua madrasta, Catarina Parr, que sempre desmonstrou carinho por Isabel, tendo mesmo convencido Henrique a voltar a legitimar Isabel e a sua irmã Maria; mesmo após esta ter casado com Thomas Seymour.
No entanto, Seymour tenta seduzir a jovem ISabel, que ingenuamente se apaixona por este.
Paralelamente, assistimos às movimentações de Thomas, que movido pela sua sede de poder, tenta tornar-se no homem mais importante de Inglaterra. Mas, os seus planos são frustados, e já no final do livro Thomas é executado por traição.

Um bom livro sobre os Tudor, desta vez focando-se na vida da jovem Isabel, pois ainda não tinha lido nenhum sobre este período.
De seguida parto para "O Bastardo da Rainha", da mesma autora.

Sem comentários:

Publicar um comentário