sexta-feira, 12 de julho de 2019

[Opinião] A Holandesa e Há Algo Estranho na Água



Título: A Holandesa
Autor: Ellen Keith
Editora: Editorial Presença
Classificação: 5 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Podem comprar livro aqui

Gosto muito de ler sobre a 2ª Guerra Mundial e este livro surpreendeu-me muito pela positiva. Narrado em dois tempos distintos e por personagens diferentes mas que têm em comum os horrores da guerra.
Acompanhamos Marijke, em Amesterdão a 1943, onde juntamente com o marido, são detidos e levados para campos de concentração diferentes. Aí, Marijke é forçada a uma escolha para sobreviver e torna-se prostituta num bordel de um campo de concentração. Sim, leram bem, os nazis chegaram a criar bordeis dentro dos campos, como recompensa para alguns prisioneiros.
Foi uma verdadeira surpresa para mim, pois desconhecia tal facto.
Para além de Marijke, temos também a história narrada por Karl, um oficial nazi do campo onde Marijke "trabalha".
Paralelamente, saltamos para a Argentina em 1977 onde acompanhamos a detecção de Luciano Wagner e toda a tortura a que é sujeito. Desconhecia a Guerra Suja e fiquei muito sensibilizada com o relato.
Foi uma leitura muito intensa e algo angustiante, onde sofri com a Marijke e o Luciano. Mas também muito informativa pois deu-me a conhecer mais uma faceta da 2ª Guerra, como também a Guerra Suja da Argentina.
Adorei!

Nota: Este livro foi-me disponibilizado pela editora, em troca de uma opinião honesta.





Há Algo Estranho na Água
Título: Há Algo Estranho na Água
Autor: Catherine Steadman
Editora: Editorial Presença
Classificação: 4 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Podem comprar livro aqui

O livro começa logo com um episódio que nos deixa na expectativa. Erin encontra-se a cavar uma sepultura para uma outra personagem e percebemos que algo correu mal mas não sabemos o quê.
Erin está prestes a casar com Mark, no entanto ele fica desempregado mas assim decidem ir passar a lua-de-mel a Bora Bora. Lá acabam por fazer mergulho e descobrir um saco estranho na água, que decidem manter em segredo.
De regresso a Inglaterra, Erin tem a sensação que o conteúdo do saco lhes irá trazer problemas mas, ainda assim, decidem ir tratando de reorganizar a vida. 
Não posso entrar em mais pormenores mas foi uma história em que estive sempre agarrada e a tentar tecer as minhas teorias (algumas algo estranhas eheheh) e o final conseguiu surpreender-me. 
A escrita é muito acessível e fluída, e para primeiro livro da autora, é uma grande história. Apenas senti que, em termos de acontecimentos e acções dos protagonistas, não eram muito realistas de aconteceu (ou pelo menos, eu não as conseguiria resolver), e por isso não leva as 5 estrelas.

Nota: Este livro foi-me disponibilizado pela editora, em troca de uma opinião honesta.


Vejam a minha opinião mais detalhada em vídeo, AQUI.





[Opinião] A Minha Gata Jessi de Jayne Dillon



2 comentários:

  1. Boa noite!!
    Parecem-me dois livros bem interessantes. Fiquei com mais vontade de ler o primeiro. Acho que preciso de aprender mais sobre a guerra e nada como fazê-lo com um bom livro!!

    Beijocas

    www.facesdemarisa.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marisa!
      Gostei muito dos dois livros mas A Holandesa é muito bom! Recomendo muito!
      Beijinhos

      Eliminar