segunda-feira, 29 de junho de 2020

[Opinião] D. Francisca de Bragança de Maria João Fialho Gouveia


D. Francisca de Bragança a Princesa Boémia

Título: D. Francisca de Bragança
Autor: Maria João Fialho Gouveia
Editora: Topseller
Classificação: 3 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui
Comprar na WOOK | BERTRAND (links de afiliado)


D. Francisca de Bragança é a filha mais nova de D. Pedro IV de Portugal e da imperatriz D. Leopoldina da Áustria e, por isso, irmã de D. Maria II. Com treze anos conheceu e apaixonou-se por D. Francisco d’Orléans, filho do rei de França, tendo acabado por casar 6 anos mais tarde e rumou assim para Paris. É então na companhia do seu marido que a jovem conhece o lado mais boémio da vida, passando a frequentar espectáculos e a conviver com artistas e intelectuais.
Devo dizer que, apesar de não ser um calhamaço, não foi um livro de leitura fácil, muito pela escrita utilizada. Como sabem leio muitos romances históricos e, normalmente, a escrita é fluída, com o uso de expressões e uma linguagem mais à época mas adaptada aos nossos tempos, e neste livro encontrei uma escrita mais rebuscada e trabalhada, que me "soou" algo forçada na narrativa. Julgo que talvez tenha sido de este livro ter sido o primeiro romance histórico escrito por Maria João Fialho Gouveia pois já li outros livros seus em que não senti esta dificuldade.
A narrativa é também muito descritiva. Temos descrições de praticamente de tudo. Sei que tornam o livro mais visual mas, algumas vezes, pareceram-me um pouco excessivas.
No entanto, foi um livro que me fez conhecer melhor a família Bragança mas também a família real francesa e sobre a revolução.

Livro lido para o meu projecto #Lusiteratura

Sem comentários:

Publicar um comentário